Qual mídia escolher para a sua empresa? Estas dicas vão te ajudar!

24 de setembro de 2020

O marketing digital reúne diversas estratégias com o objetivo de atingir o público certo e criar um relacionamento com ele. Com isso, oportunidades de vendas podem surgir por meio da identificação do cliente com a marca e da geração de desejo no consumidor.

As mídias sociais têm sido uma das principais ferramentas utilizadas para se comunicar. Uma das vantagens é que não é apenas a empresa que conversa com o público, o consumidor também pode manter diálogo com a empresa de forma mais rápida e fácil.

No entanto, são diversas mídias sociais que você pode utilizar no seu negócio. Com tantas opções, pode ser que não seja interessante trabalhar com todas. Você sabe qual é a mídia ideal para o seu negócio e qual conteúdo trabalhar nela? Abaixo, nós reunimos algumas dicas. Confira!

CONHECENDO O PÚBLICO

Antes de definir qualquer estratégia escolher e com qual mídia você irá trabalhar, é importante ter muito claro quem é o seu público e também conhecer todas as nuances do seu negócio. Algumas marcas optam por trabalhar com 2 ou 3 mídias, outras trabalham com 5 ou 6 e existem aquelas que investem em apenas uma.

Como definir a quantidade? Conhecendo a fundo o público. O Tik Tok reúne pessoas mais jovens (13-24 anos), enquanto o Facebook possui uma média de idade mais ampla. Os propósitos das redes também se diferenciam, no Linkedin, os temas são voltados para a qualificação profissional, portanto, a linguagem é mais técnica, já no Instagram a estética das imagens, linguagem informal e experiências pessoais são aspectos que ganham atenção.

Para conhecer o seu público, você pode fazer uma persona, que é um dos pontos fundamentais antes de planejar o seu conteúdo. No nosso blog, fizemos um post completo sobre o assunto, clique aqui para conferir.

celular com o ícone de várias mídias sociais

CADA REDE TEM UM PÚBLICO DIFERENTE E NECESSITA DE LINGUAGEM DIFERENTE

Depois de conhecer o seu público, você já terá uma ideia de quais redes sociais são mais indicadas para a sua empresa. Mas, antes de bater o martelo, procure conhecer o funcionamento de cada uma delas. Uma dica é não se prender apenas às tradicionais (Facebook e Instagram). Existem outras opções que estão ganhando cada vez mais espaço no dia a dia dos usuários.

Veja algumas características que reunimos das 7 redes sociais que podem ser utilizadas na estratégia de marketing.

FACEBOOK

O Facebook é a rede mais utilizada pelas empresas no país e também é a que conta com o maior número de usuários. Por isso, a maioria das empresas opta por estar nessa rede social. A tendência do Facebook é afunilar e criar cada vez mais grupos de pessoas que possuem os mesmos interesses. Então, criar um grupo para partilhar informações, promoções e tendências da sua empresa pode ser uma boa opção ao invés de só possuir uma página corporativa.

No quesito engajamento, o algoritmo do Facebook é um dos menos amigáveis para conteúdos orgânicos, ao longo do tempo, a rede social foi diminuindo a entrega dos conteúdos para o público.

Outra tendência também é o uso do Facebook para fins profissionais. De acordo com o Sebrae, 73% dos usuários utilizam a rede para fins profissionais.

INSTAGRAM

O Instagram é uma das redes queridinhas do momento. Existem 500 milhões de usuários ativos todos os meses e a tendência é que cada vez mais as empresas utilizem a ferramenta para se comunicar e gerar vendas.

De acordo com o Sebrae, o Instagram é a rede mais importante para 32% dos jovens, ela é utilizada em sua maioria por mulheres e a faixa etária do público é de 18 a 29 anos.

Para gerar engajamento, o Instagram é uma ótima ferramenta, além disso, se o seu negócio tem como valor a estética na divulgação dos serviços, então essa rede é uma ótima opção.

TWITTER

As grandes marcas utilizam o Twitter de forma certeira para conversarem diretamente com o usuário. É um canal muito mais rápido do que outras redes, por isso, se você for investir nessa plataforma, saiba que a resposta precisa ser instantânea, ainda mais do que nas outras plataformas.

As vantagens são estabelecer uma relação mais próxima com o público, além de poder utilizar mais humor e outras tendências do momento.

LINKEDIN

O Linkedin está se popularizando e consequentemente, o número de usuários está cada vez maior. Como uma rede profissional e de negócios, as pessoas buscam conteúdos aprofundados e mais técnicos, ao contrário de outros canais. Conteúdos com imagens recebem mais comentários e os links também são mais acessados.

De acordo com o Sebrae, no comércio B2B, 81% das empresas usam a plataforma para lançamento de produtos. No mesmo segmento, 91% das empresas utilizam o Linkedin para compartilhar informações.

PINTEREST

O Pinterest também tem ganhado cada vez mais espaço e influenciado nas compras dos usuários. A idade média de quem utiliza gira em torno de 40 anos, e a maioria são mulheres. Desse público, 72% utilizam as imagens como inspiração para compras em lojas físicas e 67% utilizam o app dentro de lojas.

Cada vez mais, as empresas estão descobrindo o poder dessa ferramenta.

TIK TOK

O Tik Tok é a febre do momento, utilizado em sua maioria por pessoas mais jovens, os vídeos altamente viciantes ganharam um espaço e tem conquistado cada vez mais usuários. Hoje em dia, os conteúdos estão cada vez mais diversificados e as marcas utilizam a plataforma com humor e descontração.

Ainda existe muito para ser explorado, mas a ferramenta se mostra promissora, principalmente por ter facilitado e tornado a edição de áudio e vídeo mais acessível.

YOUTUBE

Vídeos tem um espaço cativo no coração dos usuários e o youtube é a prova disso. A plataforma possui uma infinidade de conteúdos para todos os gostos. Não é a toa que 59% das pessoas preferem se atualizar pelos vídeos postados do que através de notícias. A rede também atinge um público mais jovem (18-35 anos), das classes A, B e C.

O sucesso da plataforma é tanto que cada vez mais estão sendo incrementadas funcionalidades. Outras redes também trabalham com vídeos, por isso, é importante estudar o seu público para definir se vale a pena criar um canal para sua empresa.

Gostou do nosso post? Então, compartilhe ele nas suas redes sociais e não esqueça de acompanhar o Facebook e Instagram da Play Park.

Imagem: Pexels